Bronquiolite – A sazonalidade do Vírus Sincicial Respiratório (VSR)

Vírus Sincicial Respiratório

Nos meses de março a julho, época de sazonalidade do Vírus Sincicial Respiratório (VSR), é comum observar grande número de casos bronquiolite aguda nas emergências e consultórios pediátricos. Nas últimas semanas houve um aumento de casos graves de infecções por VSR nos hospitais privados de São Paulo.

O VSR é o agente etiológico mais comum da bronquiolite aguda, atingindo principalmente os menores de 2 anos. Cerca de 90% das crianças são infectadas pelo VSR nos primeiros 2 anos de vida, sendo que 20% desenvolvem a doença no primeiro ano de idade. Esta infecção respiratória costuma se apresentar com sintomas de resfriado (coriza, tosse, obstrução nasal), às vezes associados à febre, seguidos de desconforto para respirar, chiado e/ou crepitações no peito, em alguns casos. Isso se deve à presença de inflamação e secreção nas pequenas vias aéreas das crianças. Uma atenção maior deve ser dada aos menores de 3 meses, prematuros, pacientes problemas cardíacos ou imunodeficientes, pois estes possuem fatores de risco para uma doença mais grave.

Deve-se lembrar também que pacientes com problemas cardíacos, displasia broncopulmonar e prematuros < 28 semanas têm direito e devem se prevenir contra esta infecção, através da vacina Palivizumabe. Procure o pediatra para avaliar sua criança e indicar o tratamento e medidas preventivas necessárias!

Por Dra. Fernanda Nascimento / Pneumopediatra

AGENDE UM CONSULTA COM NOSSOS PEDIATRAS:

71 3024-0648  /  992093376

Pediatria